Malditos SAPINHOS...

Aquele choro irritadiço, vontade de comer a toda a hora e manchinhas brancas na boca?

Yep.

Os malditos dos "sapinhos".

Apareceram pela primeira vez quando o Coquinho tinha cerca de um mês e meio.

Claro que peguei nele e o levei logo ao médico e aparentemente a única coisa que se receita para esta chatice é Daktarin Gel (antifúngico para pôr na chucha, mãos do bebé e mamilos da mãe que amamenta) e Micostatin (um antifúngico oral para tratar o aparelho digestivo).

Durante cinco dias, tomou tudo direitinho, três vezes por dia e funcionou na perfeição!

Os sapinhos desapareceram completamente...durante duas semanas.

Mas "sapinhos" outra vez. 

Médico outra vez. 

Outra vez Daktarin, outra vez Micostatin. 

Outras três vezes por dia, outros cinco dias.

Ao segundo dia o Coquinho não está bem, chora muito e parece desconfortável.

Ao terceiro dia o Coquinho está mais chorão e não consegue dormir mais de 15 minutos. Os "sapinhos" estão a desaparecer.

Ao quarto dia o Coquinho não dorme de todo e chora o dia inteiro.

Ao quinto dia o Coquinho não está melhor e vai ao médico outra vez.

Diagnóstico: Coquinho têm uma crise de cólicas e obstipação BRUTAL por causa dos fantásticos Daktarin e Micostatin que são super agressivos para um organismo tão frágil.

As enfermeiras ajudam o Coquinho a limpar o intestino e o Coquinho dorme pela primeira vez quatro horas seguidas todo descansadinho.

Mas os malvados dos "sapinhos" não dão tréguas e insistem em reaparecer passados uns dias e como este menino bolsava até mais não, o ácido do estômago dava cabo da flora bacteriana natural da boca, fazendo com que os "sapinhos" se desenvolvessem mais facilmente...

Então comecei a pesquisar acerca de tratamentos naturais para a candidiase oral (é este o nome pomposo da coisa) e apareceram-me várias soluções. 

As que acabei por experimentar foram:

- Uma solução de bicarbonato de sódio (1 colher de sopa) para 1L de água e ir limpando a boca do bebé (e os mamilos da mãe se estiver a amamentar) com uma gaze antes e depois da mamada; 

- Um produto que antigamente se usava muito: Violeta Genciana. 

Aparentemente é uma tintura utilizada como princípio activo de uma série de antifúngicos que estão no mercado. Um frasco dura a vida inteira e custa cerca de 80 cêntimos, na farmácia. 

Uma gotinha num cotonete aplicada directamente nas manchinhas da boca do bebé (e mamilos da mãe) duas ou três vezes ao dia arruma os "sapinhos" durante bastante tempo. 

14182647_10153902057263137_1116943598_n.jpg

Não se recomenda o uso prolongado mas uma vez por outra à partida não tem riscos nem contra-indicações, a não ser ficar com a boca (e mamilos!)  toda roxa e muito possivelmente a roupa, a cama, a cara, as mãos, a camisola e soutien da mãe e a toalha da mesa mais fina e branca que tiver em casa...mas nada que duas ou três lavagens não resolvam, e claro: todo um portefólio de fotografias embaraçosas para chantagear futuramente quem não comer a sopa!

Na rua há também o risco de olhares alheios a transparecerem um "que pais tão irresponsáveis, deixam o bebé comer canelas de feltro!".

Mas até agora (aos sete meses) usei apenas em três episódios da maldita candidiase.  

E "sapinhos"? 

Nem vê-los!