Primeiras Papas

Na consulta de nutrição que fui, ao contrário das habituais recomendações no que toca à introdução de alimentos (sopa com uma batata e uma cenoura durante a primeira semana, na segunda acrescenta-se cebola, na terceira outro vegetal, e por aí adiante...) foi-me recomendado começar a primeira semana oferencendo apenas um papa de arroz integral duas vezes por dia (mantendo as refeições de leite materno claro está).

Por ser um alimento forte e de fácil digestão, o arroz integral prepara o estômago para digerir alimentos mais leves como os vegetais das primeiras sopas.

É esta a receita que sigo:

PAPA ARROZ INTEGRAL

 

- 1/2 chávena de arroz integral redondo, demolhado durante algumas horas (costumo demolhar à noite e cozinho de manhã)

- 3 chávenas de água
- 1 colher sobremesa de sementes de sésamo

- 1 tira de alga kombu (5-6cm comprimento)

 

Cozinho durante mais ou menos 30-40min, retiro a alga e passo tudo com a varinha mágica.

Passo com um passador para tirar o máximo de fibra.
Et voilá!



Durante a primeira semana dei duas papas por dia, uma a meio da manhã e uma a meio da tarde.

Como encontrei um monte de frasquinhos destes com borracha para isolar, costumo fervê-los enquanto cozo o arroz e assim que a papa está pronta encho dois, fecho e ao arrefecer fazem vácuo e tenho duas doses de papa que dão para o dia a seguir se necessário. 

 

(Ao resto da papa junto a fibra que sobra, às vezes sementes ou frutos secos e costuma ser o meu pequeno almoço.)


A partir da segunda semana fui também alternando com papas de aveia e centeio e deixei de retirar a fibra à papa de arroz.

15909643_10154283495878137_1940075390_n.jpg

PAPA AVEIA/CENTEIO

- 6 colheres sopa de flocos de aveia integrais ou centeio (ou 3 de cada) previamente hidratadas (cerca de 30 min)
- 1 colhe chá sementes de linhaça e girassol (demolho com a aveia)
- 1 tigela de água (mais ou menos)

Levo tudo ao lume numa frigideira durante cerca de 5-7 min. mexendo sempre.
Passo com varinha mágica e já está.

(Normalmente compro um pacote de flocos de aveia e outro de centeio e faço uma mistura num frasco grande e junto logo as sementes assim fico com uma espécie de granola e não preciso de medir quantidades todos os dias pois é só retirar cerca de 6 colheres de sopa da mistura e demolhar.)

Esta quantidade dá para 4 papas (duas para o bebé e um pequeno almoço para mim eheh)
 

15941700_10154283826383137_1841756968_n.jpg
15935756_10154283826528137_1543014505_n.jpg


ADOÇANTES: por acaso o meu bebé tem "boa boca" e come tudo o que lhe dou e desde o início que adorou as papas e come literalmente a cantar "nham...nham...nham..." mas para bebés menos gulosos pode adoçar-se as papas adicionando um bocadinho de maçã por exemplo.

Nota: na primeira semana notei que as fraldas apareciam mais limpinhas do que o costume...mas a nutricionista disse que era normal a papa de arroz provocar um pouco de prisão de ventre e com a introdução das sopas voltou tudo ao normal.